Me lembro que quando minha filha teve sua primeira congestão nasal comprei um aparelho de inalação.

Na época pesquisei na internet sobre qual aparelho deveria comprar e perguntei para algumas amigas, que já eram mamães, qual aparelho elas me indicavam. Venceu em disparado aparelho ultrassônico, afinal de contas ele é silencioso e dá para fazer a nebulização com a criança deitada.

Até ontem tinha certeza que havia feito uma excelente escolha na aquisição do aparelho ultrassônico, porém a minha filha precisou fazer nebulização com medicação, mais precisamente ClenilA, e fomos orientados, pelo pediatra, de que esse medicamento não pode ser administrado com o uso do nebulizador ultrassônico. Inclusive tal orientação consta da bula do remédio.

O Pediatra nos explicou que não se deve usar o nebulizador ultrassônico para medicamentos que contêm corticoides, dentre outros, pois esse tipo de nebulizador aquece as partículas e modificam o efeito do medicamento. Ele foi muito enfático em dizer que se usássemos o nebulizador ultrassônico estaríamos jogando dinheiro fora com os remédios, pois não serviriam de nada.

Creio que essa informação não é de conhecimento de muitos pais. De todas as mães que perguntei se tinham nebulizador de ar comprimido me disseram que só tinham o ultrassônico, inclusive que já usaram medicamentos com corticoide em seus nebulizadores ultrassônicos.

Na próxima vez que seus filhos necessitarem de inalação com medicamentos avise o seu pediatra qual o tipo de nebulizador que você possui e certifique-se que não há restrição em utilizá-lo.

Beijos e até mais.

Written by admin

    7 Comentários

Leave a Comment