Para nós, mamães, nossos filhos sempre serão bebês. Muitas vezes nos sentimos amedrontadas quando percebemos como o tempo passa rápido e aquele ser tão pequeno e tão dependente de nós (ou será nós deles?) já não é mais tão dependente assim.

Mas quando será que deixam de ser bebês?

Os especialistas dizem que é a partir dos 2 anos de idade, pois é nessa fase que a criança passa a saber o que é “certo” e “errado”, principalmente pela postura dos pais diante das atitudes da criança. Eles passam a dizer “não” para quase tudo que lhe é proposto como forma de mostrar independência e autonomia.

Fora isso temos que levar em conta que é a partir dos 2 anos que passamos a fazer algumas mudanças na vida das crianças. Geralmente é nessa fase em que iniciamos o desfralde, passamos do berço para a caminha, começamos a ensinar a comer sozinhos, a se vestirem, não aceitamos mais que peçam as coisas através de choros já que o vocabulário deles é amplo, formam frases, expressam vontades. Usamos até frases do tipo “você já é uma mocinha” ou “você já é um homenzinho”.

Que eles estão prontos para esse crescimento e para todas as mudanças que virão nas suas vidas isso é fato, mas é nós? Estamos prontas para aceitarmos que o nosso bebê não é mais bebê? Estamos prontas para ter o nosso colo e os nossos braços vazios?

Existe uma frase que é clichê no mundo materno mas que traduz esse sentimento: “Mãe é aquela que carrega o bebê nove meses na barriga, dois anos no colo e a vida inteira no coração”. Então mesmo que o nosso colo e os nossos braços estejam vazios o nosso coração estará cheio de amor e radiante por cada conquista que os nossos “para sempre bebês” alcançarem.

Written by admin

Leave a Comment